poemas e textos editados e inéditos de João Luís Dias

23
Dez 10

 

Serei tudo o que disserem
por inveja ou negação:
cabeçudo dromedário
fogueira de exibição
teorema corolário
poema de mão em mão
lãzudo publicitário
malabarista cabrão.
Serei tudo o que disserem:
Poeta castrado não!

Os que entendem como eu
as linhas com que me escrevo
reconhecem o que é meu
em tudo quanto lhes devo:
ternura como já disse
sempre que faço um poema;
saudade que se partisse
me alagaria de pena;
e também uma alegria
uma coragem serena
em renegar a poesia
quando ela nos envenena.

Os que entendem como eu
a força que tem um verso
reconhecem o que é seu
quando lhes mostro o reverso:

Da fome já não se fala
- é tão vulgar que nos cansa -
mas que dizer de uma bala
num esqueleto de criança?

Do frio não reza a história
- a morte é branda e letal -
mas que dizer da memória
de uma bomba de napalm?

E o resto que pode ser
o poema dia a dia?
- Um bisturi a crescer
nas coxas de uma judia;
um filho que vai nascer
parido por asfixia?!
- Ah não me venham dizer
que é fonética a poesia!

Serei tudo o que disserem
por temor ou negação:
Demagogo mau profeta
falso médico ladrão
prostituta proxeneta
espoleta televisão.
Serei tudo o que disserem:
Poeta castrado não!

 

 

 

Enquanto a fome continuar a ser vulgar, permaneça ainda mais o grande poeta!

 


publicado por jluisdias às 14:23

Caro João Luís,

Até que enfim que alguém fala de Ary dos Santos, um poeta genial do Sec.XX.

Ficaram as canções musicadas por Paulo de Carvalho e Fernando Tordo, entre outros, e cantadas (principalmente) por Carlos do Carmo.

Ficaram as canções.

Abraço.

A.B.


Anónimo a 23 de Dezembro de 2010 às 16:17

Merece, sim, ser "falado" mais!...
Um abraço para ti, António, e umas boas festas.

JL
jluisdias a 23 de Dezembro de 2010 às 20:45

Caro poeta João Luís!Ary Santos foi um dos mais talentosos poetas da sua geração. Conhecido do grande público como autor de poemas para canções, contribuiu sobremaneira para a renovação da música ligeira portuguesa. A sua actividade estendeu-se também à área teatral.

A actividade política influenciou decisivamente a sua vida e obra. Conhecido pela sua linguagem irreverente e ágil, Ary dos Santos considerava ser a poesia a maneira que tinha de falar com o povo porque "ser poeta é escolher as palavras que o povo merece".

Fecham-se os dedos donde corre a esperança,
Toldam-se os olhos donde corre a vida.
Porquê esperar, porquê, se não se alcança
Mais do que a angústia que nos é devida?

Antes aproveitar a nossa herança
De intenções e palavras proibidas.
Antes rirmos do anjo, cuja lança
Nos expulsa da terra prometida.

Antes sofrer a raiva e o sarcasmo,
Antes o olhar que peca, a mão que rouba,
O gesto que estrangula, a voz que grita.

Antes viver do que morrer no pasmo
Do nada que nos surge e nos devora,
Do monstro que inventámos e nos fita.



João Luís!
Que a paz dos anjos possa abençoar você e sua família em todos os dias do próximo ano! Feliz Natal e um Ano Novo com muita luz!

Votos da família Florença!
Maria Eva Folgosso Florença




Anónimo a 23 de Dezembro de 2010 às 16:53

Não que tenha ficado surpreendido pelo seu conhecimento da vida e obra de Ary - não fosse a Maria Eva pessoa muito bem formada e atenta ao que de bom se fez e faz pela cultura global - mas porque me enterneceu como tão sucinto e emocionado nos faz este "desenho" dum grande poeta e letrista da língua portuguesa. Agradeço-lhe do coração. Bem haja!
Muita paz, saúde, e que este Natal, mesmo não lhe trazendo completamente tudo, lhe traga tudo do melhor que quer.

Um abraço para si, estendido a quem mais a Maria ama. E imagino que serão muitos!...

João Luís Dias
jluisdias a 23 de Dezembro de 2010 às 21:01

Alô, poeta querido!

Passando aqui para deseja-te!
Que neste NOVO ANO sejamos capazes de diferenciar as coisas boas das ruins para que possamos esta sempre juntos as novas mudanças, estando sempre disposto para aprender ALGO NOVO de NOVO e de NOVO... ``FELIZ 2011

Isabella Florença
Anónimo a 23 de Dezembro de 2010 às 17:11

Em cada novo ano, uma nova esperança nos é pedida. Faça-mo-lhe a vontade. E que no filtro de tudo que queremos e façamos, fique apenas o que de menos fizemos e quisemos mais!...
Muito obrigado pelos votos que me deseja, querida Isabella. Olhe, desejo-lhe em dobro do que me quer. E estou até a ser "unha de fome"!

Um beijinho

João Luís Dias
jluisdias a 23 de Dezembro de 2010 às 21:13

Querido amigo poeta João Luís!

Eu Aurora, eu Andréa !
Desejamos Que o dia de Natal lhe seja especial.
Que a prosperidade faça sempre parte
de todos os seus instantes.Que a vida lhe congratule com toda a felicidade deste mundo.Esses são nossos mais sinceros votos
para você e seus familiares nesta data tão preciosa.Feliz Natal!

Abraço da Aurora e Andréa !
J a 23 de Dezembro de 2010 às 17:23

Agradeço-lhes, Aurora e Andréa o que de tão bom me desejam. Muito obrigado.
Para vocês e família quero muito mais ainda.
Feliz Natal e bom ano de 2011.
Abraços

João Luís Dias
jluisdias a 23 de Dezembro de 2010 às 21:16

Poeta!
Que a paz e a compreensão reinem em nossos corações neste Natal e no Ano Novo que se aproxima. Boas Festas.

Bejinhos
Mariana Florença

Ps: bem lembrando o grande poeta Ary santos!
Anónimo a 23 de Dezembro de 2010 às 17:36

Muita alegria no seu coração. Muita mesmo!
Boas festas querida Mariana.

Um beijinho

João Luís Dias

* o Ary é fantástico. Será sempre!

jluisdias a 23 de Dezembro de 2010 às 21:18

Que permaneça sempre o grande poeta! Ary dos Santos. Citador - A Maior Base Temática de Poemas em Língua Portuguesa.

Querido amigo!
Estive meditando sobre o Natal.
Interessante... Eu lhes dou um novo mandamento:
Ter você como amigo é o bastante! Feliz Natal e um Próspero ano novo para você e seus familiares
Beijo, da sua amiga Felipa Florença.
Anónimo a 23 de Dezembro de 2010 às 18:38

Se o Natal me der apenas essa sua "declaração tão enternecedora", exagerada até na bondade, já me dará muito!... Muito obrigado Felipa.
Um beijinho, minha querida amiga de coração maior!...
Boas festas para você, toda a sua família e amigos que mais estima.

João Luís
jluisdias a 23 de Dezembro de 2010 às 21:27

pesquisar
 
Estatística
On-line neste momento

 

Visitantes desde 15/10/2009 free counter
JOÃO LUIS DIAS