Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

DIA DOS IRMÃOS, com certeza

 

Se dias há para lembrarem ou consagrarem quase tudo, acho muito bem o “dia dos irmãos”.

E daria para exaltar esta efeméride, um texto simples, redigido por qualquer um, ou mesmo um poema, se qualquer um alinhasse as palavras num rectângulo com os lados maiores na vertical, com adição de algum lirismo, algum perfume, ou outras coisas que nos saem de dentro e que nem sabíamos que estavam lá encaixotadas…

Falar dum irmão é dizer quase tudo de nós, com a diferença, apenas, que o fazemos com um megafone seguro nas mãos, encostado à boca e ao compasse do tic tac do coração.

Não digo mais, por temer dizer de menos. E a Alice, a Goreti, a Isilda, a Ana Maria, a Teresinha, a Elisabete, o Isac e o Zeca, meus irmãos, merecem que fale deles sempre de mais.

 

João Luís