Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

PÔR DO SOL

 

Ao entardecer

quando o sol se acomodava no poente

e o dia queria apagar a luz

correu, lá longe

ao horizonte do sentir e do querer…

onde sabia encontra-la.

Fechou os olhos

acendeu  as mãos e as veias

para um golpe de desejo.

Abriu-lhe uma fenda no teu peito;

entrou, e amou-lhe o coração.

Depois, com a sede a reclamar

quiseram ainda mais chama acesa!

Mas ela foi ela agora

quem fechou os olhos

e reacendeu e que era para reacender…