Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

REQUIEM

 

(de janelas fechadas "não se vê o futuro")

 

Quando o litoral um dia se fartar
as cidades cansarem do excesso
as pessoas já não se identificarem
nas montras e nos espelhos
os montes e as serras secarem no vazio
e adormecerem num perpétuo silêncio
saberão o mal que fizeram a um país!
E então poderá ser tarde para encontrar
tanta coisa que se perdeu
entre pedras caídas
e flores e memórias sepultadas...
E não estranhem depois
se o cuco não cantar no mês de maio!

 

13177209_1355840781096536_6432433405188239333_n (1