Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

SILÊNCIOS

 

"Pedrogão Grande", amanhã nós! Que não se culpe só a natureza.

 

Se um dia fosse senhor
de qualquer coisa que fosse
de uma rua empedrada
de três casas num caminho
dum país despovoado
duma serra abandonada
dum lírio roxo sozinho
não me queria acomodado
conformado, envaidecido
porque servo, ou dono, era
do silêncio, da solidão
de prados despenteados
do pó, das pedras
da fúria do fogo à solta
e de pouco mais...