Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

Passei-me dos carretos

 

(para o António Brazão)*

Gosto do som dos carros que passam
pelas ruas 
quietas pelo sono
da minha cidade.
O som do silêncio faz barulho demais, por vezes 
e desta vez também...
e o da chuva consegue irritar-me
por me parecer monocórdico e
muita vez 
uma seca.
E eu hoje quero ensurdecer
à minha janela...


inédito

*para que um dia se arrependa de ser meu amigo há mais de 30 anos, mas se lembre que a gratidão ainda anda por aí...