Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

MEL E AÇUCENAS

Acolhe-me trémulo
e sente no peito o pulsar do meu.
Abraça-me
... segura-me no teu corpo
e sabe do sangue que me ferve
no escorrer dos braços
sem margens
sem represas
como rio de rumo ao sul
esquivo ao norte
à tarde em chamas!
Olha-me humedecido
acalma nos teus olhos
a tempestade que se levantou nos meus
quando o céu rompeu as nuvens
à farpa aguda da saudade e do desejo!...
Apara-me o verter da boca
nos teus lábios de mel
talhados de açucenas
e ama-me;
ama-me demasiadamente…
e adormece-me depois
na cama do teu colo!


inédito


1 comentário

Comentar post