Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

Pois, tinha razão!

 

Um casal de pardais encontra-se pousado no mesmo raminho da árvore.
Diz a fêmea para o macho:
-Já que me olhas tanto, como que fascinado, poderias cantar para mim também. Sei que cantas maravilhosamente!
... O pardal, prontamente, responde:
- N-ã-o c-a-n-t-o!
- Não cantas, mas porquê?!
- Porque para cantar preciso fechar os olhos.
- Não faz mal, podes cantar de olhos fechados.
- Pois posso, mas de olhos fechados não poderei ver os teus olhos. E é nos teus olhos que guardo as partituras das minhas melhores melodias!