Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

Agora e sempre

 

Quero, ainda e sempre
a flor mordida na boca
o sangue a ferver no fio do fogo
e a alma em revolução…
Para que o silêncio dos olhos
não seja o amanhecer do resto dos dias
e eu o carrasco, impávido
da última noite de luar
despida ao céu aberto
arrefecendo pela madrugada…

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.