Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

Sonho em Hora de Ponta

 

SONHO EM HORA DE PONTA

O meu 2º livro - 1992 - de onde destaco:


BALADA EM TOM MENOR

Hoje não trago rosas vermelhas
só um corpo amorfo, um ventre abafado
uma fera ensonada, um poema sem rima ou brilho.
Hoje não trago flor alguma
só um beijo insípido, um abraço brando
um sorriso morno, um olhar descolorido
uma voz sem timbre.
Hoje nem uma folha carcomida me adorna
só um pranto seco, um soluçar mudo
um par de lágrimas em cristal gélido
uma balada sem verso e sem calma
uma noite inútil.
Hoje, mesmo assim
venho a ti porque acredito…
Hoje só ocupo as mãos nas tuas
só os teus lábios me elevam.