Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

Versos à minha terra

 

Vem amigo, anda comigo

Descobrir a minha terra

Aqui, num canto do Minho

Onde as flores, de mil cores

Se envaidecem nas fraldas da serra

E o vento ao soprar pela manhã

Solta aromas de mel e maçã…            

 

Vê amigo como Deus fez

Paisagens com tanto brio

Das Mós, de Brufe ou Gerês

Olha a água, em perfume lavada

Que desce pelo rio…

E o vento ao soprar pela manhã

Solta aromas de mel e maçã…           

 

Vem amigo, abre o teu peito

Para a minha gente abraçar

Dá-lhe a mão, prende-te ao jeito

Ao balanço e ao encanto

Que ela empresta ao dançar

E o vento ao soprar pela manhã

Solta aromas de mel e maçã…        

 

Vê amigo este tesouro

Bondade da natureza

Que guarda Terras de Bouro

O mais precioso e formoso de todos

Tenho a certeza!

Onde o vento ao soprar pela manhã

Solta aromas de mel e maçã…         

 

 Inédito

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.