Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

Fogo lento

 

Quero a arder em teu peito

uma chama em fogo lento

e ardendo... devagar

vá propagando por teu corpo

desabotoado ao luar

Quero o calor nos teus olhos

a sede no teu olhar…

e um aroma a pinho em chamas

solto do teu respirar

Quero a arder em teu peito

uma chama em fogo lento

que nem frio desalento

tenha razão de abafar!

Quero a arder em teu peito

uma chama em fogo lento

que não se possa apagar!

 

 

in Um Poema, Uma Flor

2 comentários

Comentar post