Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

TUDO OU NADA

 

Se o chão me for menos chão
e a terra apenas de pó 
à mercê de ventos desnorteados
ou de chuva que a faz lama.
Se um dia a claridade
for apenas de sol encoberto
e se o meio dia se atrasar 
por desmazelo ou cansaço 
e os ponteiros do relógio 
carcomidos se quebrarem 
no ócio das horas 
ou no pasmar do tempo
já não se serei eu a cavar o chão
para semear e colher;
já não serei eu por ali
porque não me sei
num chão que não serve, sequer
para caminho de algum rumo…



Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.