Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

CARTA ABERTA

 

Aos candidatos a presidente do município do meu concelho: Terras de Bouro.

Caros amigos


É desconfortante para mim ter de optar por um de vós no próximo domingo; a todos conheço bem e por vós sou conhecido, mas, como cidadão e terrasbourense, nado e criado aqui há já um bom par de anos, e que não prescinde do seu direito e dever cívico de votar em liberdade, terei de o fazer e num só apenas. E irei fazê-lo, certamente.
Todos vós quereis o melhor para Terras de Bouro, acredito.
Todos vós tereis sonhos e ambições comuns a todos os cidadãos deste concelho, onde me incluo, não duvido.
Todos vós, tendo condições financeiras e anímicas, fareis obra, melhorando e que ainda está por melhorar, com certeza.
Todos vós sabeis que ainda há muito por fazer e que se poderá fazer, sem dúvida.
Um de vós, do domingo, depois dos resultados, ficará feliz, outros nem tanto e outros ainda nada felizes. Paciência, “mazelas do ofício”.
Mas tenham presente uma grande verdade: não há derrotados, apenas menos votados. E saliento “menos votados”, e por questões de opção, que nem sempre são das vossas responsabilidades.
Ao vencedor os meus parabéns, obviamente. Aos não vencedores, os meus agradecimentos, justos. A todos ficarei grato pelo empenho e tentativa de quererem fazer o melhor pela minha e vossa terra.
Por fim, e para que sentido algum tenha esta carta, uma lembrança para todos: nunca esqueçam que Terras de Bouro e as suas gentes merecem muito mais do que aquilo que tenham tido, e já vem de longe esse justo merecimento, que tarda.
E Terras de Bouro tem muito mais para dar e partilhar por todos os seus cidadãos e mesmo cidadãos do país, garantidamente. E duvido que não seja consabido por todos este facto e a grandeza de Terras de Bouro.

E que jamais outros valores vos façam esquecer disto!...

Um abraço