Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

Entreaberta ao luar

 

Fechei os olhos
deitei na noite o corpo todo
e só no peito deixei
entreaberta
a janela onde me debruço
sempre que por ela
te olho, ao luar
a sorrir no horizonte…

Fechei os olhos
adormeci na noite o corpo todo
e só no peito deixei
entreaberta
a janela onde me debruço
sempre que por ela
te sei e invento
tão mulher e linda…

Fechei os olhos
entreguei na noite o corpo todo
e senti-te debruçada no meu peito
onde entraste
pela janela
que sempre deixo
entreaberta para ti!...

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.