Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

Lápis de cor

 

 

Pai, fazes-me um poema
para oferecer a uma amiguinha da turma?
Claro, como dizer-te não?!...
Diz se gostas:
Um dia, lá para o Inverno
quando o céu cedo escurecer
vou trocar contigo os meus lápis de cor…

É esse o poema? Assim?!...
Que palermice!!!
Obrigado, não te incomodo mais.
Hoje estás sem inspiração, já vi!
Espera, não me deixaste concluir!...
...se de ti receber nos meus olhos
a cor linda dos teus
para contrariar a luz que vai faltando à tarde!

Ah, não está mau.

 

 


 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.