Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

Prisioneiro urbano

  

Hoje fui pedaço de asfalto
e senti falta da poeira.
Hoje fui estrada toda ao sol
e faltou-me a sombra dos caminhos.
Hoje fui à cidade soberba
e porque me faltaram aromas
plantei-lhe no chão cinzento
um lírio roxo da minha montanha.
Hoje sorri para todos
e ri de mim, a sério
porque me senti
um prisioneiro urbano
pateticamente a pensar em liberdade...
Hoje ri de mim
ao querer olhar-me
num espelho de betão!

 

 

 

 

 

2 comentários

Comentar post