Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

O teu poema

 

Depois do poema
onde me inventaste
na enormidade dum verso

Depois do poema
que procuravas
e onde me encontraste e quiseste
na simplicidade das palavras

Depois do poema
... podem calar-se os anjos
internar-se silenciosamente os pássaros;
podem os pingos de chuva multiplicar-se em milhões
crescendo os rios
fartando as fontes
que sentirei cá dentro
temperada
uma eterna Primavera
de amanhecer claro
de sons, de cores, de aromas...

Sei e soube-me bem
o teu poema!

 

Inédio

 

2 comentários

Comentar post