Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

Aragem

 

Não sei do vento que sopra
mas sinto o vento a soprar!...

Se é vento norte, não sei
sei que é vento
é vento forte
Vejo as folhas, tantas folhas
em rodopio agitar

Não sei do vento que sopra
mas sinto o vento a soprar!...

Seu ar é fresco, senti-o
pelo meu peito a trespassar

Não sei do vento que sopra
mas sinto o vento a soprar!...

E as flores humedecidas
de perfume, ao sol raiar
baloiçam ao vento que sopra
ao mesmo vento que sinto
no meu peito a serenar

Não sei do vento que sopra
mas sinto o vento a soprar!...

 

 

 



até um dia poesia


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.