Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

VIAGEM

 

Abram-me as portas da rua
cubram de asfalto a estrada
quero um chão onde poisar
vou com pressa atrás da lua
não poderei tropeçar

Estou com pressa, sem tempo
tenho hora para chegar

Lembrem-me a cesta de vime

e uma faca afiada
vou invadir os jardins...
soltar flores na caminhada
Acordem-me na madrugada
não esperem o galo cantar

Estou com pressa, sem tempo
Tenho hora para chegar

Tenho pressa
abram-me as portas da rua...
estou de tempo marcado
para ir a nenhum lado! 

 


8 comentários

Comentar post