Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

Ceia

 

Encolheu os ombros

suspendeu os braços

e deixou o sangue arrefecer

nas pontas dos dedos.

O céu acinzentou-se

fez-se baço o horizonte

e o crepúsculo apagou

todas as linhas da mira dos olhos.

Fez-se noite prematura

de estrelas ainda apagadas.

A lua abortou

acocorada e fria.

A noite gelou no escuro

e o gato, num rompante

mergulhou no aquário

e surpreendeu

o último peixe azul…

 

 

54 comentários

Comentar post

Pág. 1/3