Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

Eficiência (anedota)

 

Um dia um produtor agrícola (fazendeiro) contratou um trabalhador e colocou-o a cavar (abrir rasgos) na terra. Deu-lhe um horário de trabalho das 8:00 às 17:00 horas.

Passados dias o produtor, observando o seu trabalhador, achou que este podia ser melhor aproveitado. Sugeriu-lhe então o seguinte:

- Ó amigo, já que você tem duas mãos, com uma mão você cava e com a outra vai regando. Olhe, e já agora começa a vir das 7:00 às 18:00 horas.

No outro dia, voltou a olhar para o seu trabalhador e achou-o ainda pouco produtivo. Então sugeriu-lhe:

- Já que você além das mãos tem também uma boca, podia enchê-la de sementes e enquanto com uma mão cava e com a outra rega podia cuspir as sementes. Já agora começa a trabalhar às 6.00 e termina às 19:00 horas.

Dias depois, o produtor começou a pensar que o seu trabalhador deveria trabalhar enquanto houvesse luz de dia. Portanto, sugeriu-lhe que o seu trabalho passasse a ser das 5:00 até às 22:00 horas.

E assim foi.

Um dia quando o pobre trabalhador voltava a casa do trabalho, deparou com a sua mulher com outro homem na cama. O homem chorou, chorou, chorou vezes sem conta, até que a mulher desesperada com aquela situação, tentou consolá-lo, perguntando-lhe porque chorava assim tanto. Ao que ele respondeu:

 - Se o meu patrão descobre que eu tenho dois cornos, coloca-me lá umas lanternas e põe-me a trabalhar a noite toda!

 

 

2 comentários

Comentar post