Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

AVENIDA DR. PAULO MARCELINO

 

 

Gosto disto. Se me perguntarem porquê, direi apenas que gosto.
Ah, aqui estaciono e carro e o olhar todos os dias. E sei de cada folha que cai das tílias, pelo fim do outono. E sei, vejam só, do nome de cada pessoa que passa, de cada carro que pára, de cada silêncio que se não acha impaciente. E sei, até, da história do "Império", plantada no verde da rotunda...
Como vêm, sei do mundo todo, a cada manhã dos meus olhos, sem que precise que o mundo saiba de mim.

 

 

15941241_1666004600080151_3930627209294080886_n.jp

 

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.