Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

PEITO DE RENDA

 

 

Meu amor, quando te olhei

Rendas brancas no horizonte...

Como se ondas do mar

Quis no peito mergulhar

E chegar depois à fonte.

 

E depois, chegado à fonte

Quis beber, beber, beber…

P´ra matar a minha sede

De tanto, tanto te querer!

 

 

BEIJO BOCA.jpg

 

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.