Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

SERENAMENTE

 

Olho-te, serenamente
ao esfregar dos olhos
e sei-te moderna e linda
como te quer a cidade;
despida, mulher e minha
como te quero eu.
E do licor/perfume
desse, de tão bom
bebe a cidade, um pouco
bebo eu, parte maior
e ainda sobra tanto
para embriagar o céu imenso
o sol e as flores.