Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

OUTUBRO

 

Das tílias caem as folhas secas

deformadas e sem cheiro.

O sol, ao entardecer

já não sai aceso, como saía

por entre dos ramos dos plátanos.

É outubro, prenúncio do frio

do céu cinzento e tímida cor

na eminência das chuvas.

O inverno já se estende ao testemunho

para continuar a estafeta.

E outros pássaros virão

saudosos do aconchego

dos ninhos que resistiram...

 

 

OUTUBRO 2000.jpg

 

 

 

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.