Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

PENSO EU

 

 

A toda a hora morre alguém. A toda a hora nasce alguém. A toda a hora alguém, privilegiado, se sente dono e senhor de mais uma hora.
Os mortais são peso e ponteiros para o equilíbrio das horas. 
E depois poderão ser, também, algumas coisas mais...

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.