Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

POEMAS E RECADOS

poemas e textos editados e inéditos de JOÃO LUÍS DIAS

REFUGIADOS

 

Que se abra a estrada da paz
a quem foge do terror 
que lhe plantaram na rua.
Que se acolha num chão seguro
a quem armadilharam o chão de medo.
Que se aconchegue num afago
a quem o mar bondoso
não depositou inerte e frio no areal.
Depois, só depois, muito depois
chamem as dúvidas e outras razões…
Não esqueçam que os filhos do mundo 
pertencem a todo o mundo.
E a logística, só depois.

 

 

1 comentário

Comentar post